Sai Campo Mourão, entra Rio Claro e União Corinthians, NBB terá 17 times

A 14ª edição do NBB terá representantes de oto unidades da Federação

Foto: REPRODUÇÃO


Os clubes da 14ª edição do NBB já estão definidos. Com o retorno confirmado de Rio Claro (SP) e a adição do União Corinthians (RS), a maior competição de basquete do Brasil contará com 17 times na temporada 2021/2022.

A próxima temporada do NBB terá início no dia 23 de outubro (sábado) com São Paulo x Flamengo.

Com isso, o número de Unidades da Federação representadas no NBB se mantém em oito, sendo eles: Ceará (Fortaleza Basquete Cearense), Minas Gerais (Minas Tênis Clube), Paraíba (Basquete Unifacisa), Paraná (Pato Branco Basquete), Rio de Janeiro (Flamengo), Rio Grande do Sul (Caxias do Sul Basquete e União Corinthians) e São Paulo (Zopone/Gocil Bauru Basket, Corinthians, Mogi das Cruzes, Paulistano/Corpore, Pinheiros, Rio Claro, São Paulo F.C. e Sesi Franca Basquete), além do Distrito Federal (BRB/Brasília Basquete e Cerrado).

“É uma enorme satisfação ver o crescimento do NBB em cada temporada que se passa. Seguimos evoluindo dentro e fora das quadras com a contribuição dos clubes e o engajamento dos nossos fãs. Espero que seja mais uma temporada histórica e que o nosso basquete continue na direção certa”, declarou o Presidente da LNB, Delano Franco.

Flamengo foi o último campeão do NBB, superando o São Paulo na final (João Pires/LNB)

A decisão aconteceu em sessão do Conselho de Administração da Liga Nacional de Basquete (LNB). Agora, a competição conta com uma equipe a mais em comparação à temporada anterior, tendo a saída de VipTech/Campo Mourão/Assercam e as entradas do Rio Claro Basquete, que retorna após uma edição fora, e do União Corinthians, estreante.

Rio Claro retorna ao NBB após uma temporada fora (Marfim Photo/Rio Claro) 

São José dos Campos Basketball (SP) e Campo Mourão (PR), equipes afiliadas da Liga Nacional, solicitaram inatividade junto ao conselho para esta temporada e, por esse motivo, não disputarão a 14ª edição da competição nacional.

Desta forma, ambas as equipes só podem retornar à elite do basquete brasileiro na próxima edição do NBB, durante a temporada 2022/2023. Isso, é claro, caso supram todas as solicitações previstas no regulamento da competição. O Estatuto prevê ainda que a licença tirada pelos dois times pode durar até dois anos – neste caso, o prazo do São José se encerra ao término dessa temporada.

Lucas Mariano, atual King Of The Season (MVP) do NBB, oferecido por Budweiser, retornou para o Sesi Franca nesta temporada, seu time formador em sua cidade natal, e comentou sobre suas expectativas para a nova temporada da elite do basquete braisleiro.

“Estou com a expectativa alta para o início do NBB. Fui o King Of The Season (MVP) da última temporada e espero ter uma atuação ainda melhor neste ano. Agora estou defendendo a camisa do Sesi Franca, uma equipe recheada de grandes talentos, e vamos brigar pelo título”, disse o pivô.

O ala Marquinhos, um dos principais reforços do São Paulo FC para esta temporada, falou da emoção de disputar mais uma edição do NBB, agora com a camisa do Tricolor do Morumbi, seu time do coração.

“Sempre que um NBB passa, o outro é mais forte, mais concorrido. Tivemos bastante mudança no mercado, alguns times se fortalecendo, outros com jogadores novos. Então, a competição tem tudo pra ser bem concorrida e disputada, assim como nas últimas edições”, afirmou Marquinhos, que completou:

“A minha expectativa pessoal é de, como sempre, fazer um bom campeonato. Quero representar essa camisa que estou vestindo (São Paulo). Vestir a camisa do time do meu coração é a realização de um sonho para mim, e fica melhor ainda tendo a chance de brigar contra os melhores times pelo título”, finalizou.

Já o Corinthians agora está com um treinador novo para a temporada 2021/2022. Sob o comando de Léo Figueiró, o Timão irá para sua quarta temporada na maior competição do basquete brasileiro. O treinador, inclusive, comentou sobre o desafio que assumiu.

“O desafio é do tamanho dos meus sonhos. O Corinthians é um clube gigante. Gosto de saber que teremos uma grande torcida nos acompanhando e a minha motivação é fazer a equipe representar essa grandeza”, declarou o técnico.

Presente desde de 2018 no calendário da LNB, a Copa Super 8 também foi mantida para essa temporada. O torneio, que consiste em uma disputa de mata-mata com os oito melhores colocados do primeiro turno do NBB, continuará dando ao campeão uma vaga na principal competição do continente, a Basketball Champions League Américas (BCLA), da FIBA, na temporada subsequente. A competição acontecerá em janeiro de 2022.

Campeão da Copa Super 8 nesta temporada terá vaga garantida na BCLA 2022/2023 (João Pires/LNB)

Campeão do NBB, da Copa Super 8 e da BCLA na última temporada, o técnico do Flamengo, Gustavo De Conti, comentou sobre a expectativa para a próxima edição do NBB e projetou uma temporada difícil.

“Sabemos que vai ser uma temporada difícil. Outros times chegaram com grande investimento e vão brigar até o fim pelo título. Trouxemos jogadores experientes e com a cara do Flamengo, que querem fazer história mais uma vez, não só no NBB, mas em todas as competições que disputarmos. Não vai ser fácil, a expectativa é de grandes confrontos nessa temporada e vamos trabalhar muito para conquistar cada vitória”, disse o técnico.

O sistema de disputa, ao contrário da última edição que aconteceu no modelo de sedes, será no formato de jogos de ida e volta. Além disso, em decisão tomada em conjunto pelos Clubes que formam o Conselho de Administração, não haverá rebaixamento na temporada 2021/2022 do NBB.