Barcelona anuncia venda de Arthur para Juventus, e Pjanic faz caminho inverso

Arthur assina contrato com a Juventus até 2025, mas só mudará oficialmente de clube em setembro

Foto: REPRODUÇÃO
Barcelona anuncia venda de Arthur para Juventus, e Pjanic faz caminho inverso
Arthur posa na sede da Juventus

O Barcelona confirmou nesta segunda-feira o que já era esperado desde a última semana: Arthur é jogador da Juventus, enquanto o bósnio Pjanic fez o caminho contrário e fechou com o clube catalão. 

Segundo comunicado no site oficial do Barça, os italianos pagarão € 72 milhões (R$ 442 milhões na cotação atual de 29 de junho) mais € 10 milhões (R$ 61,5 milhões) em variáveis por Arthur, de 23 anos, que assinou contrato por cinco temporadas (até junho de 2025) no último domingo em viagem a Turim.

Posteriormente, a Juve, também em sua página, ratificou os números e disse que o valor será pago em quatro anos. Pjanic custou ao Barcelona € 60 milhões (R$ 366 milhões na cotação atual), com mais € 5 milhões (R$ 30,5 milhões) em bônus. O meio-campista bósnio de 30 anos firmou vínculo até meados de 2024.

Os dois permanecerão em seus clubes até o fim desta temporada, em agosto.

Arthur assina contrato com a Juventus até 2025, mas só mudará oficialmente de clube em setembro — Foto: Reprodução / Site Oficial

Na prática, foi uma troca com € 12 milhões (R$ 73,2 milhões) mais potenciais 5 milhões (R$ 30,5 milhões) em variáveis para o Barcelona. Os clubes precisavam realizar a transferência até esta terça-feira, dia 30 de junho, para cumprir os compromissos fiscais da temporada 2019/20.

O negócio também interessa ao Grêmio, clube formador do volante brasileiro. Arthur foi revelado no Tricolor gaúcho e lá ficou até os 21 anos, quando foi vendido em julho de 2018 por € 31 milhões. 


Arthur, de 23 anos, permanecerá no Barcelona até o fim da temporada 2019/20, em agosto. Ou seja: está apto para seguir defendendo o clube no Campeonato Espanhol e Liga dos Campeões. Ele disputou até o momento 72 jogos (49 como titular) e marcou quatro gols. O mesmo vale para Pjanic na Juventus.