Com CTs fechados, Brasil envia 207 atletas para treinos em Portugal

São 207 atletas de quinze modalidades diferentes com lojística ao custo de R$ 15 milhões

Foto: RAFAEL BELLO
Com CTs fechados, Brasil envia 207 atletas para treinos em Portugal
Natação

A pandemia do novo coronavírus fez o Comitê Olímpico do Brasil (COB) antecipar seu projeto de utilização de centros esportivos em Portugal como base para os atletas.

A entidade tinha fechado um acordo visando à preparação para os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024, mas aproveitou os contatos para enviar uma delegação nas próximas semanas para treinamento em solo português de olho em um bom desempenho para os Jogos de Tóquio, que foram adiados e serão realizados no próximo ano.

Ao todo serão 207 atletas de quinze modalidades diferentes e o programa terá um custo de aproximadamente R$ 15 milhões com a logística.

A principal base do Time Brasil será o Centro de Treinamento de Rio Maior, um equipamento público-privado que fica a 75 quilômetros de Lisboa. “Estamos passando por um momento delicado aqui no Brasil, onde inúmeras piscinas ainda se encontram fechadas para treinamento e muitos atletas não estão conseguindo ter uma qualidade de treino digna de uma preparação olímpica. Então juntar uma seleção brasileira num local de alto rendimento é, sem duvida, uma expectativa altíssima de retorno aos treinos com qualidade e segurança”, diz Eduardo Fischer, diretor de natação da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), em entrevista ao Estadão.