Rio Claro foca no planejamento para a edição seguinte do NBB

Sem obter as licenças necessárias, o Rio Claro pediu o afastamento da temporada 2020/2021 do NBB

Foto: DIVULGAÇÃO
Rio Claro foca no planejamento para a edição seguinte do NBB
Time do Rio Claro

O Rio Claro Basquete optou por tomar uma decisão responsável e pediu o afastamento da temporada 2020/2021 do NBB. Diante do cenário de pandemia que afetou o mundo inteiro, a equipe não conseguiu as comprovações necessárias para disputar o NBB e decidiu pedir a licença da próxima edição.

“Estamos chateados por não participar este ano, pelos atletas, comissão técnica e principalmente pelos fãs apaixonados da cidade de Rio Claro e região. Ao mesmo tempo, com muita responsabilidade, conseguimos cumprir com todas as obrigações do último NBB”, afirmou Marcelo Tamião, dirigente do Rio Claro Basquete. “Ficaremos uma temporada fora da competição, mas com certeza, vamos aproveitar esse momento para retornar mais fortes”, completou.

Rio Claro é uma cidade com pouco mais de 200 mil habitantes e uma história gigante no basquete brasileiro. Potência nos anos 80 e 90, a cidade alcançou cinco títulos paulistas, dois brasileiros, um Sul-Americano e um pan-americano no currículo, além de ter contado com grandes ídolos como Zé Boquinha, Paulinho Villas Boas e Josuel.

O time ficou longe da elite do basquete por anos, mas retornou em 2014 após o históricio título da primeira edição da Liga Ouro, divisão de acesso ao NBB. A equipe disputou as temporadas 14/15 e 15/16 do NBB, esta última com direito a ida aos playoffs e eliminação em cima do tradicional Franca Basquete nas oitavas – acabou eliminado nas quartas pelo Flamengo, campeão daquela temporada.

Em seguida, novos problemas voltaram a atingir o Rio Claro Basquete, que acabou ficando fora do cenário nacional por três anos. A equipe voltou para a Liga Ouro 2019 e, mesmo sem conquistar o título, retornou ao NBB devido à extinção da própria Liga Ouro, que abriu as portas para equipes filiadas à LNB pleitearem a uma vaga no NBB 2019/2020.

Ginásio Felipe Karam teve uma das maiores médias de público do último NBB (Divulgação/Rio Claro Basquete)

Na última temporada do NBB, que acabou cancelada antes mesmo do fim da fase de classificação devido ao Covid-19, o Rio Claro estava na nona colocação, dentro da zona dos playoffs, e com uma das maiores médias de público de todo o campeonato.

“Uma pena perder uma equipe tão tradicional do basquete nesta temporada. Mas sabemos que, ainda mais num período como esse, em que toda a sociedade está passando por um momento difícil, o mais importante é ter consciência de tudo que envolve uma participação numa temporada, e Rio Claro teve essa percepção. Não tenho dúvidas que o Marcelo Tamião e toda a diretoria do Rio Claro voltarão com força total no ano que vem”, afirmou Nilo Guimarães, presidente da LNB.