Cuiabá empata com o Operário e é ameaçado pelo Paraná

O jogo entre o Fantasma e o Dourado aconteceu na em Ponta Grossa

Foto: JOSÉ TRAMONTIM
Cuiabá empata com o Operário e é ameaçado pelo Paraná
Operário e Cuiabá empatam

O Cuiabá viajou até Ponta Grossa e buscou um empate por 1 a 1, na noite desta terça-feira, no estádio Germano Kruger.  O clube do Mato Grosso deu brecha para que o Paraná Clube possa ultrapassá-lo na liderança até o final da 11ª rodada. 

Com o resultado, o Cuiabá ficou com 22 pontos, na primeira posição. O Paraná tem 20 e enfrenta o Brasil-RS, no sábado. O Operário, por sua vez, ficou em sexto, com 17, ainda fora do G-4.

SÓ DEU FANTASMA 

O Cuiabá esteve irreconhecível no primeiro tempo. O time do Mato Grosso foi presa fácil para o Operário e não conseguiu ameaçar uma vez sequer. A má atuação fez com que a equipe fosse castigada logo de cara. 

Aos dois minutos, Jean Carlo recebeu no meio de campo, passou por Rafael Gava e mandou de fora da área no fundo das redes de João Carlos.

Sem ser ameaçado pelo rival, o Operário saiu do jogo e começou a desperdiçar chances uma atrás da outra, a exemplo da tentativa de Bonfim, que aproveitou a cobrança de escanteio de Tomas Bastos, e cabeceou por cima do gol.

O centroavante Roger também teve duas oportunidades de marcar, mas em ambas parou no goleiro do Cuiabá.

Acuado, o time do Mato Grosso foi 'acordar' para o jogo apenas apenas na segunda etapa. Aos quatro minutos, Lucas Ramon cruzou para Elvis, que rolou para Felipe Ferreira deixar tudo igual. O segundo gol quase aconteceu na sequência. Maxwell recebeu de frente para Thiago Braga, mas acabou isolando.

Após o susto, o jogo caiu de produção e com poucas chances de gol. Gerson Gusmão tentou colocar o time do Operário no ataque, apostando em Pedro Ken e Douglas Coutinho, mas não conseguiu o efeito esperado. O Cuiabá responde à altura com Elton, recém-contratado, porém pouco tocou na bola.

Nos minutos finais, o Cuiabá esboçou uma pressão, mas não conseguiu ameaçar a meta defendida por Thiago Braga. O resultado acabou sendo justo pelo o que ambos apresentaram durante os 90 minutos.


FICHA TÉCNICA

Fase
Única
Rodada
11ª rodada
Data
22/09/2020
Horário
20h00
Local
Germano Kruger - Ponta Grossa (PR)
Árbitro
Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes
Hélcio Araújo Neves (PA) e Bárbara Roberta Costa Loiola (PA)

Gols
Operário-PR: Jean Carlo 2' 1T
Cuiabá-MT: Felipe Ferreira 4' 2T
Operário-PR
Thiago Braga;
Sávio, Bonfim, Reniê (Juan Sosa) e Julinho (Fabiano);
Mazinho (Pedro Ken), Tomas Bastos, Thomaz (Douglas Coutinho) e Jean Carlo;
Roger e Lucas Batatinha (Marcelo).
Técnico: Gerson Gusmão
Cuiabá-MT
João Carlos;
Lucas Ramon, Everton Sena, Ednei (Luiz Gustavo) e Hayner;
Matheus Barbosa, Rafael Gava, Felipe Ferreira (Yago) e Elvis (Jean Patrick);
Jenison (Elton) e Maxwell (Felipe Marques).
Técnico: Marcelo Chamusca
 
LASSIFICAÇÃO
1Cuiabá0
2Paraná0
3Ponte Preta0
4Chapecoense0
5América-MG0
6Operário-PR0
7Juventude0
8Vitória0
9Náutico0
10CRB0
11Brasil de Pelotas0
12Confiança0
13Avaí0
14Figueirense0
15Cruzeiro0
16Botafogo-SP0
17Guarani0
18Sampaio Corrêa0
19CSA0
20Oeste0
PJVEDGPGCSG%ÚLT. JOGOS
2211641158766.7
2010622137666.7
18105321511460
17852183570.8
171052397256.7
1711452139451.5
16104421411353.3
14103521210246.7
14103521312146.7
1393421110148.1
13934276148.1
1110253912-336.7
10103161114-333.3
9923436-333.3
8104241112-146.7
810226610-426.7
810226813-526.7
78215910-129.2
79216915-625.9
610136717-1020
 acesso à série a rebaixados à série c
 subiu caiu manteve
 vitoria empate derrota
ver regulamento
O Cruzeiro começou a Série B com seis pontos negativos. A FIFA definiu essa punição por conta do não cumprimento da ordem de pagamento, emitida pela entidade em março, referente à dívida do clube com o Al Wahda, pelo empréstimo de seis meses do volante Denilson.

JOGOS