Paranaenses são campeões no Brasileirão de Enduro e no Arena Cross

O enduro teve prova em Goiás e motocross no interior paulista

Foto: DIVULGAÇÃO
Paranaenses são campeões no Brasileirão de Enduro e no Arena Cross
Kauã Souza - campeão na 65cc

EDILSON OLIVEIRA

A Federação Paranaense de Motociclismo está comemorando o título de campeão brasileiro de Enduro, conquista do piloto Fernando Spindler na E45.

Em Marzagão, Goiás, outros atletas do estado mandaram bem, como Júlio Mouro, que acabou como vice-campeão na E40, Romulo Bottrel foi o segundo na E3 e Airton Luiz Fell fez sua estreia no nacional, ficando em sexto lugar na E230.

CAMPEÃO NO MOTOCROSS

No velocross, houve a competição do Arena Cross, em Caraguatatuba (SP), com a chegada de alguns pilotos paranaenses no Top 5. Para o pódio subiram Kauã Souza na 65 cilindaradas, Pepê Bueno - quinto colocado na Pro Race, Caio Grosbelli - quarto na 65cc, Matheus Henrique - quinto na 65cc e Guilherme do Valle - quarto na 50cc.

No geral a vitória foi do piuiloto catarinense Lukas Duka, da equipe Honda Race. Agora ele é bicampeão da categoria AX2 no Arena Cross. Este título completa a galeria do jovem talento na temporada 2020, já que ele alcançou a taça inédita do Campeonato Brasileiro de Motocross na categoria MX2, no dia 29 de novembro, também com a motocicleta Honda CRF 250R. 


Na classe Pro, com a moto CRF 450R, o venezuelano Anthony Rodriguez estreou no Arena Cross com desempenho consistente. O piloto confirmou o vice-campeonato da categoria. “Foi difícil, queria ter conseguido a vitória, mas fiz tudo o que pude na pista”, avalia. A equipe também acelerou com o paulista Hector Assunção, terceiro colocado da Pro, e o equatoriano Jetro Salazar, que fechou o Arena Cross em sétimo lugar.     

Arena Cross 2020
Local: Estacionamento do Serramar Shopping
Caraguatatuba (SP)


Resultados – Etapa Final


Classificação final – Categoria AX2 
1 – #1 – Lucas Dunka – 60 pontos – Honda Racing – CRF 250R
2 – #891 – Gustavo Pessoa – 45 pontos
3 – #45 – Leonardo Souza – 45 pontos – Honda Racing – CRF 250R
4 – #416 – Reginaldo Ribeiro “Juninho” – 34 pontos – Circuit Honda – CRF 250R
5 – #491 – Gabriel Gutierres – 30 pontos
8 – #25 – Leonardo Cassarotti – 26 pontos – Circuit Honda – CRF 250R


Corrida Categoria AX2
1 – #1 – Lucas Dunka – Honda Racing – CRF 250R
2 – #891 – Gustavo Pessoa
3 – #45 – Leonardo Souza – Honda Racing – CRF 250R
4 – #25 – Leonardo Cassarotti – Circuit Honda – CRF 250R
5 – #555 – Renan Goto 
6 – #416 – Reginaldo Ribeiro “Juninho” – Circuit Honda – CRF 250R


Classificação final – Categoria Pro
1 – #211 – Paulo Alberto – 69 pontos
2 – #127 – Anthony Rodriguez –67 pontos – Honda Racing – CRF 450R
3 – #1 – Hector Assunção – 62 pontos – Honda Racing – CRF 450R
4 – #101 – Humberto Martin “Machito” – 54 pontos – Circuit Honda – CRF 450R
5 – #97 – Pepê Bueno – 47 pontos 
7 – #20 – Jetro Salazar – 34 pontos – Honda Racing – CRF 450R 
12 – #100 – Roosevelt Assunção – 17 pontos – Circuit Honda – CRF 450R


Categoria Pro – 1ª corrida
1 – #211 – Paulo Alberto
2 – #1 – Hector Assunção – Honda Racing – CRF 450R
3 – #127 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – CRF 450R
4 – #20 – Jetro Salazar – Honda Racing – CRF 450R
5 – #97 – Pepê Bueno
7 – #101 – Humberto Martin “Machito”– Circuit Honda – CRF 450R


Categoria Pro – 2ª corrida
1 – #211 – Paulo Alberto
2 – #127 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – CRF 450R3 – #97 – Pepê Bueno
4 – #101 – Humberto Martin “Machito”– Circuit Honda – CRF 450R
5 – #1 – Hector Assunção – Honda Racing – CRF 450R