Cascavelense se torna campeão Sul-Americano de Jiu-Jitsu

Odair Fernandes sagrou-se campeão logo no primeiro campeonato nacional competindo de faixa nova

Foto: DIVULGAÇÃO

Esse ano, apesar de atípico, Cascavel se manteve como celeiro de grandes campeões. Um exemplo disso é o atleta da VT Team, Odair José Fernandes dos Santos, 34, que no domingo, 13 de dezembro, sagrou-se campeão Sul-Americano de Jiu-Jitsu, na Arena Poliesportiva Coronel Wenceslau Malta, no Parque Olímpico de Deodoro, no Rio de Janeiro.

O campeonato foi organizado pela Confederação Brasileira de Jiu-jitsu (CBJJ), em parceria com a International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF) e, excepcionalmente este ano, em decorrência da pandemia de Covid-19, não teve presença de público.

E como sempre, um cascavelense apareceu para dar um "mata-leão" na premiação. Odair fez sua estreia na faixa roxa, e logo na primeira competição, subiu ao lugar mais alto do pódio. "Foi o primeiro torneio como faixa roxa. Nos últimos, na faixa azul, estava em quarto no ranking nacional e entre os 15 do mundial. Agora é começar tudo de novo", explicou. Ele ainda falou do "segredo" dos campeões. "Principalmente nas últimas semanas, refinamos e intensificamos os treinos. Tem que estar focado. Eu também evito muita carne vermelha porque estudos mostram que isso pode causar fadiga", orientou o atleta que leva no braço a marca da Abbott Sports. "As lutas foram de alto nível, como esperávamos. Acabei lutando numa categoria acima da minha, que é até 94 quilos e por isso peguei adversários mais pesados. Mas nossa preparação valeu à pena e conseguimos colocar o nome de Cascavel no lugar mais alto mais uma vez", frisou.

Quem também está radiante com a vitória do Odair é o professor Valdecir Tegoni. "O Odair é um exemplo de dedicação e persistência, algo que sempre passo para meus alunos. Para chegar no topo, temos que treinar e pensar como campeões. O Jiu-Jitsu é uma arte marcial que nos ensina a termos sobretudo planejamento de nossas ações", finalizou o professor.