Daimler não concorda com termos de Hamilton para o novo contrato

Lewis Hamilton ainda não tem contrato para o ano de 2021, apesar de seu sétimo título mundial em 2020

Foto: DIVULGAÇÃO
Daimler não concorda com termos de Hamilton para o novo contrato
Lewis Hamilton, piloto de Fórmula Um

KADU GOUVEIA / F1 MANIA 

É uma certeza que a Mercedes deseja continuar com Lewis Hamilton, e aparentemente, o britânico também quer continuar com a equipe, mas de acordo com o jornal italiano Corriere dello Sport, a empresa-mãe Daimler, não gostou das exigências do piloto britânico. 

Para a próxima temporada, todos os lugares, exceto um, foram confirmados. Lewis Hamilton ainda não tem contrato para o ano  de 2021, apesar de seu sétimo título mundial em 2020. O britânico também não escondeu o fato de que gostaria de continuar com a equipe por mais alguns anos.

As negociações estão lentas, de acordo com o jornal italiano Corriere Dello Sport. Já não é uma extensão formal, visto que as partes parecem discordar das reivindicações que estão sendo colocadas. “Em novembro, quando a Fórmula 1 foi para a Turquia, ficou pronto um contrato que atende aos requisitos de Hamilton: Um contrato de quatro anos com um salário de 50 milhões por ano. A Daimler, porém, não teria gostado nada disso”, diz o jornal.

Apesar do forte desempenho de Hamilton, a controladora da Mercedes não quer apostar tanto no piloto britânico. “A Daimler quer um contrato de dois anos, com opção de três”. A empresa pode estar observando a idade de Hamilton, que fará 36 anos em janeiro, ou no progresso do jovem e muito mais barato, George Russel.

Como resultado, Lewis Hamilton ainda está sem contrato para a próxima temporada. “Resta saber quais serão os resultados das negociações. Agora, porém, uma terceira parte tem interesse no assunto: a Ineos. O novo prazo para a prorrogação do contrato é agora no final de fevereiro, pouco antes do início dos testes de pré-temporada em Barcelona”, acrescentou o jornal italiano.