Curitiba Volei inverte o mando contra o São Paulo

o jogo contra o São Paulo/Barueri, que seria realizado na capital paranaense, agora será em Barueri

Foto: DIVULGAÇÃO
Curitiba Volei inverte o mando contra o São Paulo
Equipe do Curitiba Volei

PEDRO MELO / BANDA B 

O Curitiba Vôlei inverteu o mando de quadra para o jogo contra o São Paulo/Barueri, nesta sexta-feira, às 19h, pela última rodada da fase de classificação da Superliga. O motivo é o decreto restritivo no combate ao Covid-19 que proíbe evento esportivo em Curitiba pelo menos até as 5h da próxima segunda-feira (dia 8). 

Em entrevista à Banda B, a diretora do Curitiba Vôlei, Gisele Miró, agradeceu ao técnico José Roberto Guimarães, do São Paulo/Barueri, por ceder o centro de treinamento gratuitamente para a hospedagem da equipe. “O Zé Roberto, vendo as condições difíceis que estamos passando não apenas pela pandemia, mas por falta de patrocínio, ofereceu a SportVille, casa dele em Barueri, para a nossa hospedagem gratuitamente. Muito bacana esses valores do esporte”, afirmou.

E não foi apenas o São Paulo/Barueri quem ajudou o Curitiba Vôlei nos últimos dias. O Minas Tênis Clube e o Praia Clube também cederam suas estruturas para a recuperação das jogadoras em meio a maratona de jogos.

O time curitibano completa nesta sexta-feira (dia 5) uma sequência de nove partidas em apenas três semanas.

“Devido a maratona de jogos por causa da pandemia, o Curitiba teve vários jogos seguidos com apenas um dia de descanso. A gente chegou em Uberlândia e disse que estava com algumas atletas machucadas, precisando de recuperação, e na hora tivemos todo o atendimento do Praia Clube.

Nos ofereceram fisioterapeuta do clube e já tivemos a mesma ajuda do Minas”, ressaltou a diretora.

CLASSIFICADAS

Com 27 pontos, para os playoffs da Superliga já está classificada a equipe do Curitiba Volei, que ocupa a sétima posição. Isto deve fazer com que as paranaenses tenham que enfrentar Osasco, nas quartas de final.

As possíveis datas para os jogos são 12, 16 e 19 de março. A primeira partida tem mando curitibano, mas ainda não tem a definição se será na capital paranaense. Tudo depende da edição do próximo decreto da Prefeitura de Curitiba, que permitirá ou não a realização de eventos esportivos.