Dupasquier morre aos 19 anos após acidente em Mugello

Jason Dupasquier não resistiu aos graves ferimentos; suíço fazia a segunda temporada no Mundial

Foto: DIVULGAÇÃO
Dupasquier morre aos 19 anos após acidente em Mugello
Jason Dupasquier não resistiu aos ferimentos

LANCE PRESS

O Mundial de Motovelocidade está de luto neste domingo (30). Jason Dupasquier não resistiu aos ferimentos do assustador acidente no fim da classificação da Moto3 em Mugello, na Itália. O suíço foi declarado morto 24 horas depois de ser atendido e levado para um hospital na cidade de Florença.

Já com o cronômetro zerado na classificação de sábado da Moto3, Dupasquier perdeu o controle da moto na Arrabbiata 2, a nona curva do traçado da Toscana, e foi atingido por Ayumu Sasaki. O japonês da Tech3 decolou e foi parar no gramado ao lado da pista.

O piloto da Prüstel, porém, ficou imóvel e recebeu atendimento médico imediato. A equipe do autódromo sequer transferiu Jason para o centro médico local e optou por estabilizá-lo ainda no asfalto antes de transferi-lo para o helicóptero que o levou ao hospital.

"Estamos profundamente tristes em relatar a perda de Jason Dupasquier", escreveu a MotoGP em seu perfil no Twitter. "Em nome de toda a família da MotoGP, enviamos nosso amor à equipe dele, à família e aos entes queridos. Sua ausência será profundamente sentida, Jason. Descanse em paz", completou.

A FIM (Federação Internacional de Motociclismo) emitiu um comunicado sobre a morte do jovem suíço de 19 anos. "Depois de um grave incidente no Q2 da classificação do GP da Itália, é com grande tristeza que anunciamos a morte do piloto da Moto3 Jason Dupasquier", anunciou a entidade.

"Dupasquier estava envolvido em um acidente com múltiplos pilotos entre as curvas 9 e 10, com a sessão interrompida em bandeira vermelha. Os veículos de intervenção médica da FIM chegaram ao local imediatamente e o piloto suíço foi atendido na pista antes de ser transferido para o helicóptero médico, em condição estável, para o Hospital Careggi, em Florença. Apesar dos melhores esforços da equipe médica e de todos que atenderam o piloto, o hospital anunciou que Dupasquier sucumbiu às lesões", continuou.

"Dupasquier teve um marcante começo de segunda temporada na classe menor do Mundial, marcando pontos de maneira consistente e dentro do top-10 na tabela de pontos. FIM, IRTA [Associação Internacional das Equipes de Corrida], MSMA [Associação das Fábricas de Motocicletas Esportivas] e Dorna transmitem as condolências para familiares, amigos e amados de Jason", finalizou.

Nascido na cidade suíça de Bulle em 9 de julho de 2001, o futuro piloto tinha pai amante da velocidade: Philippe Dupasquier, de carreira efêmera no motociclismo, buscaria um futuro de maior sucesso para os filhos. Jason era o primogênito, sendo Bryan o caçula, quatro anos mais novo. A pouca idade dificulta análises de longo prazo, mas vontade nunca pareceu faltar na família Dupasquier.

O jovem piloto suíço estreou na Moto3 em 2020, na Prüstel GP, mas sem grandes resultados e zerado na pontuação. Em 2021, porém, conseguiu pontuar nas cinco primeiras corridas da temporada, com destaque para o sétimo lugar em Jerez, e ocupava o décimo lugar no campeonato.