Sem Cristiane, Pia anuncia seleção feminina com Marta e Formiga

Para se classificar para a segunda fase o Brasil compete com China, Holanda e Zâmbia

Foto: LUCAS FIGUEIREDO
Sem Cristiane, Pia anuncia seleção feminina com Marta e Formiga
Time de futebol feminino do Brasil

Nesta sexta-feiraa técnica Pia Sundhage divulgou as 18 atletas que representarão a seleção brasileira feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 na briga pela primeira medalha dourada na modalidade.

Contando com Marta e Formiga como líderes do grupo, o destaque da convocação ficou por conta da ausência da centroavante Cristiane, que fica de fora de uma Olímpiada após ter participado das últimas quatro edições.

A estreia da seleção brasileira feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 será no dia 21 de julho diante da China, em Miyagi. Na sequência, a Seleção Feminina encara a Holanda, no dia 24 de julho, também em Miyagi, e fecha a fase de grupos contra a Zâmbia, em Saitama, no dia 27 de julho.

Em um ano e onze meses, Pia Sundhage comandou a Seleção Feminina em dezoito jogos, somando onze vitórias, cinco empates e duas derrotas (diante a França e o Estados Unidos). Ainda antes do inicio dos Jogos, a equipe passará por um período de preparação em Portland, nos Estados Unidos, no começo do próximo mês. 

CRISTIANE AUSENTE

Maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos dos dois gêneros com 14 gols marcados, a atacante Cristiane foi ausência sentida na convocação da seleção feminina.

Segundo a treinadora, a escolha por deixar de fora a atacante de 36 anos que representou o Brasil nas últimas quatro edições olímpicas se deu pela questão técnica.

pia sundhage convocação Tóquio 2020

Pia Sundhage convocou 18 atletas mais quatro suplentes para os Jogos Olímpicos de Tóquio (Richard Callis / CBF)

“Normalmente, não respondo sobre jogadoras não chamadas, acho um insulto às que foram convocadas, mas vou falar em respeito à Cristiane. Ela tem uma linda história pela seleção e respeitamos muito isso. Porém, temos observado de perto as jogadoras em seus clubes, e acredito que temos jogadoras em condição de representar bem a seleção”, avaliou Pia Sundhage.

Entre as convocadas, sete disputarão os Jogos Olímpicos pela primeira vez, são elas: a goleira Letícia, a defensora Jucinara, as meias Julia Bianchi, Adriana, Duda, e as atacantes Geyse e Ludmila. Outra marca importante está presente nesta convocação, a meia Formiga fará história mais uma vez a ser convocada para a sua sétima olimpíada. Desde que o futebol feminino foi inserido no programa olímpico, em Atlanta 1996, a volante fez parte de todas as edições.

Goleiras: Bárbara (Avaí/Kindermann) e Letícia Izidoro (Benfica-POR)

Defensoras: Poliana (Corinthians), Bruna Benites (Internacional), Rafaelle (Palmeiras), Erika (Corinthians), Tamires (Corinthians) e Jucinara (Levante-ESP)

Meio-Campistas: Marta (Orlando Pride-EUA), Formiga (São Paulo), Andressinha (Corinthians), Júlia Bianchi (Palmeiras), Duda (São Paulo), Debinha (North Carolina Courage) e Adriana (Corinthians)

Atacantes: Ludmila (Atlético de Madrid-ESP), Bia Zaneratto (Palmeiras) e Geyse (Madrid CFF)

A treinadora sueca listou ainda outras quatro atletas que incluem a lista de suplentes da seleção feminina caso haja a necessidade de alguma troca antes do inicio dos jogos no Japão. São elas: Aline Reis, goleira (Granadilla Tenerife-ESP), Andressa Alves, meia (Roma-ITA), Letícia Santos, lateral (Eintracht Frankfurt-ALE) e Giovane Queioz, atacante (Barcelona-ESP).

Pode ser uma imagem de 21 pessoas e texto que diz